ABRAÇÃO DE BOAS-VINDAS.



PODE ENTRAR. FIQUE Á VONTADE.

VOCÊ NO CANTO DA POESIA,

AO ENTRAR TRAZ ALEGRIA

AO SAIR DEIXA SAUDADE.

UM POUCO DE MIM



SOU PERNAMBUCANO NASCIDO EM GARANHUNS. CRIADO NO MATO, NA FAZENDA LAGOA DE BELAMENTE, DISTANTE 12 KM DO COLÉGIO DIOCESANO ONDE ESTUDEI O 1º CICLO. ANTES DISSO ESTUDAVA EM CASA NUMA ESCOLA RURAL FUNDADA POR MEU PAI, NO TEMPO DA PALMATÓRIA.
FOI UMA LINDA INFÂNCIA, CONVIVENDO COM UM POVO SIMPLES, HONESTO E TRABALHADOR.
APRENDI GOSTAR, ADMIRAR E SEGUIR ESSA GENTE BOA, HUMILDE, SINCERA, SOFREDORA, CHEIA DE SABEDORIA, DE RESPONSABILIDADE E DE ALMA FORROZEIRA, VERSOS BREJEIROS, DE BENDITOS E REISADOS, DE ABOIOS E TOADAS, DAS CONVERSAS SEMPRE AFINADAS E AS VIOLAS TAMBÉM.
DEPOIS DE HOMEM QUASE FEITO, FUI AOS POUCOS ME AFASTANDO, COMO TODOS OS RAPAZES DE CIDADES SEM INDÚSTRIAS, QUE SAEM A PROCURA DE MELHORES RUMOS. ESTIVE NA AERONÁUTICA, EM RECIFE, DOIS ANOS. EM 60 FUI TRABALHAR NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. MAS MEU PENSAMENTO VIVIA NO NORDESTE, NA COMPANHIA HIDRO ELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO, CHESF. EM 64 CONSEGUI UMA VAGA E ENTREI NA
MÃE CHESF. NELA GANHEI E GOZEI A VIDA. FIZ O 2º CICLO EM RECIFE E FIZ 8 CURSOS TÉCNICOS POR CONTA DA EMPRESA. (E POR MINHA CONTA ME ESPECIALIZEI EM DANÇA-DE-RODA, RABO-DE-SAIA, NOITES VIRADAS, LUZ NEGRA, PÉ-DE-BALCÃO, CAMA REDONDA E OUTROS CURSINHOS IMPORTANTES. SÓ NÃO FIZ O DE CACHAÇA, PORQUE ESSE EU JÁ TRAZIA). EM 27 ANOS DE AGRADÁVEIS SERVIÇOS PRESTADOS NA MÃE CHESF, VASCULHEI O NORDESTE DE CABO A RABO. TENHO POR ESSA EMPRESA, UMA VERDADEIRA GRATIDÃO. PELO RIO SÃO FRANCISCO, TENHO UMA LINDA VENERAÇÃO. ELE ME PARECE UM SANTO. COSTUMO DIZER QUE ESSE RIO VALE MAIS QUE DEZ MILHÕES DE POLÍTICOS. SEMPRE TORCI FERVOROSAMENTE PELO PROJETO DE TRANSPOSIÇÃO DAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO. PRINCIPALMENTE POR PENSAR QUE A FINALIDADE PRINCIPAL DO VELHO CHICO É SERVIR Á POPULAÇÃO NECESSITADA. E UM PROJETO DO TEMPO DE D. PEDRO II, NUNCA SAIU DO PAPEL POR CULPA DE POLÍTICOS SALAFRÁRIOS. MAIS DE 100 ANOS DE SOFRIMENTOS, HUMILHAÇÕES E ATRASOS DE UM POVO CHEIO DE DECÊNCIA, DE DIGNIDADE.
NO 'GOVERNO LULA' HOUVE O PONTA-PÉ INICIAL E ESPERO QUE A DILMA TRAGA MUITA FORÇA E BOA VONTADE NA EXECUÇÃO DA OBRA E QUE DEUS COM A SUA SABEDORIA E BONDADE, PROTEJA ESSE PROJETO E NÃO O DEIXE POR AÍ NO ROL DAS OBRAS INACABADAS. NA CHESF, ‘ARRUDIANDO’ O NORDESTE POR ESTES SERTÕES QUERIDOS E SOFRIDOS, EU TIVE A SORTE DE PLANTAR, REGAR E COLHER OS FRUTOS DOS BONS CONVÍVIOS COM ESSE POVO BOM E AMIGO, NASCIDO E CRIADO NO SERTÃO, ONDE FUI ENGROSSANDO AS VEIAS DA POESIA. E DE TÃO ENFEITIÇADO PELAS COISAS DO SERTÃO, DEPOIS DE APOSENTADO (1991) FORAM SURGINDO MILHARES DE VERSOS E EU FUI TENTANDO FALAR DAS BELEZAS NATURAIS DO SERTÃO E DOS SEUS GUERREIROS QUERIDOS E INJUSTIÇADOS.


LIVROS PUBLICADOS:

COISAS DO SERTÃO E ÔTAS COISA
SERTÃO DE RIBA A BAXO
PASSADO NA PENEIRA
SERTÃO DE ESPINHOS E FLORES
SERTÃO DE RISOS E DORES
SERTÃO: O BERÇO DA POESIA
MEU SERTÃO SECO DE AJUDA
GARANHUNS, TERRA DAS FLORES, DE AMOR, DE PAZ E FRIO
DIZENDO COMO TE AMO
COQUITEL DE POESIAS
VAQUEJADAS E PRESEPADAS.

QUERO REGISTRAR AQUI A MINHA GRATIDÃO A QUEM PROCURA UMA FORMA DE ME AJUDAR.

UM ABRAÇO DE AMIZADE, DE PAZ E DE POESIA.


ALDEMAR.













terça-feira, 20 de setembro de 2011

UMA NOITE DE SÃO JOÃO.

UMA NOITE DE SÃO JOÃO.



QUE MARAVILHA!
QUANDO O MÊS DE JUNHO FINDA
OH! MEUS DEUS QUE COISA LINDA
UMA NOITE DE SÃO JOÃO.
QUANTA BELEZA
QUANDO A FOGUEIRA SE ACENDE
E COM ELA O SOL APRENDE
PINTAR O CÉU DO SERTÃO.

SOBE DO CHÃO
UMA NUVEM DE CENTELHAS
PARECEM GOTAS VERMELHAS
DE ORVALHO INCANDESCENTE.
O VENTO LEVA
PARA O CÉU O FUMAÇEIRO
PRA SÃO JOÃO SENTIR O CHEIRO
DO LINDO SERTÃO DA GENTE.

BEM SALIENTE
NUMA LATADA DE PALHA
NO CHÃO BATIDO SE ESPALHA
UM CASAL DANÇANDO XOTE.
E VÃO SENTINDO
O CHEIRO DE MILHO ASSADO
QUE VEM TODO MISTURADO
COM PERFUME DE CANGOTE.

NO PÉ DO POTE
A CERVEJA SE OFERECE
COPO SOBE, COPO DESCE
NO BOTEQUIM DO TERREIRO.
UM FOGUETÃO
NOS ARES DÁ UM PAPOCO
UM CACHORRO FEITO LOUCO
SE PERDE NO TABULEIRO.

FACA DE MESA
NA MÃO DA MOÇA SOLTEIRA
NO TRONCO DA BANANEIRA
FALA DO SEU CASAMENTO
UMA RIÚNA
NA MÃO DO DONO DA CASA
DÁ UM TIRO ESPALHA A BRASA
DEIXA O TERREIRO CINZENTO.

TEM NO BRASEIRO
A BATATA, O MILHO ASSADO
QUEIJO DE COALHO SALGADO
CARNE DE BODE E DE BOI.
O VENTO EMPURRA
LINDO BALÃO DE PAPEL
VAI LEVANDO ATÉ O CÉU
RECADO PRA QUEM JÁ FOI.

LÁ NA COZINHA
NO BULE VELHO SEM ASA
O CAFÉ TORRADO EM CASA
LIGEIRO DESAPARECE.
A CAMPONESA
NO COLO SEGURA O FILHO
CANSADA DE RALAR MILHO
COCHILA QUE A BABA DESCE.

A MOÇA VELHA
FUTUCANDO O NAMORADO
FICA NAQUELE AGARRADO
COM RAIVA DO CANDEEIRO.
NA SALA GRANDE
SAI UM LINDO BAFAFÁ
DA SANFONA, DO GANZÁ
DO ZABUMBA E DO PANDEIRO.

DE MADRUGADA
TEM UM CASAL NO MONTURO
DÁ UM TEMPO NO ESCURO
FAZENDO NÃO SEI O QUE.
O RAPAZ VELHO
BEBEU QUE PASSOU DA CONTA
CAIU QUE VIROU A PONTA
SÓ VAI SAIR DE BANGUÊ.

A DAMA VELHA
FICA ALI DE OLHO ABERTO
QUANDO ACHA O CABRA CERTO
COMEÇA O SHOU NO SALÃO.
E O SEU PASSO
NO COMPASSO MIUDINHO
PARECE COM UM PINTINHO
CATANDO XERÉM NO CHÃO.

EM NOSSA FESTA
JÁ NÃO SE FALA EM QUADRILHA
QUADRILHA LEMBRA BRASÍLIA
QUE SÓ TRAZ IRRITAÇÃO.
VAMOS BRINCAR
VAMOS DANÇAR E BEBER
VAMOS TENTAR ESQUEÇER
AS QUADRILHAS DE LADRÃO.

LÁ NO TERREIRO
A MATUTA QUE USA SAIA
CORRE MAIS DE QUE LACRAIA
COM MEDO DO BUSCAPÉ.
UMA VISITA
DEVORA UM BOLO SOLADO
DO MILHO QUE FOI PLANTADO
NO DIA DE SÃO JOSÉ.

AO MEIO DIA
A MULHER DE PERNA FRACA
O MARMANJO DE RESSACA
SE DESPEDEM NO SALÃO.
QUE NOITE LINDA
TODOS SE ABRAÇAM EM PAZ
E PARA O ANO TEM MAIS
UMA NOITE DE SÃO JOÃO.


Não perca o maior São João do mundo.
Em Caruaru-Pe. Seja bem-vindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário