ABRAÇÃO DE BOAS-VINDAS.



PODE ENTRAR. FIQUE Á VONTADE.

VOCÊ NO CANTO DA POESIA,

AO ENTRAR TRAZ ALEGRIA

AO SAIR DEIXA SAUDADE.

UM POUCO DE MIM



SOU PERNAMBUCANO NASCIDO EM GARANHUNS. CRIADO NO MATO, NA FAZENDA LAGOA DE BELAMENTE, DISTANTE 12 KM DO COLÉGIO DIOCESANO ONDE ESTUDEI O 1º CICLO. ANTES DISSO ESTUDAVA EM CASA NUMA ESCOLA RURAL FUNDADA POR MEU PAI, NO TEMPO DA PALMATÓRIA.
FOI UMA LINDA INFÂNCIA, CONVIVENDO COM UM POVO SIMPLES, HONESTO E TRABALHADOR.
APRENDI GOSTAR, ADMIRAR E SEGUIR ESSA GENTE BOA, HUMILDE, SINCERA, SOFREDORA, CHEIA DE SABEDORIA, DE RESPONSABILIDADE E DE ALMA FORROZEIRA, VERSOS BREJEIROS, DE BENDITOS E REISADOS, DE ABOIOS E TOADAS, DAS CONVERSAS SEMPRE AFINADAS E AS VIOLAS TAMBÉM.
DEPOIS DE HOMEM QUASE FEITO, FUI AOS POUCOS ME AFASTANDO, COMO TODOS OS RAPAZES DE CIDADES SEM INDÚSTRIAS, QUE SAEM A PROCURA DE MELHORES RUMOS. ESTIVE NA AERONÁUTICA, EM RECIFE, DOIS ANOS. EM 60 FUI TRABALHAR NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. MAS MEU PENSAMENTO VIVIA NO NORDESTE, NA COMPANHIA HIDRO ELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO, CHESF. EM 64 CONSEGUI UMA VAGA E ENTREI NA
MÃE CHESF. NELA GANHEI E GOZEI A VIDA. FIZ O 2º CICLO EM RECIFE E FIZ 8 CURSOS TÉCNICOS POR CONTA DA EMPRESA. (E POR MINHA CONTA ME ESPECIALIZEI EM DANÇA-DE-RODA, RABO-DE-SAIA, NOITES VIRADAS, LUZ NEGRA, PÉ-DE-BALCÃO, CAMA REDONDA E OUTROS CURSINHOS IMPORTANTES. SÓ NÃO FIZ O DE CACHAÇA, PORQUE ESSE EU JÁ TRAZIA). EM 27 ANOS DE AGRADÁVEIS SERVIÇOS PRESTADOS NA MÃE CHESF, VASCULHEI O NORDESTE DE CABO A RABO. TENHO POR ESSA EMPRESA, UMA VERDADEIRA GRATIDÃO. PELO RIO SÃO FRANCISCO, TENHO UMA LINDA VENERAÇÃO. ELE ME PARECE UM SANTO. COSTUMO DIZER QUE ESSE RIO VALE MAIS QUE DEZ MILHÕES DE POLÍTICOS. SEMPRE TORCI FERVOROSAMENTE PELO PROJETO DE TRANSPOSIÇÃO DAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO. PRINCIPALMENTE POR PENSAR QUE A FINALIDADE PRINCIPAL DO VELHO CHICO É SERVIR Á POPULAÇÃO NECESSITADA. E UM PROJETO DO TEMPO DE D. PEDRO II, NUNCA SAIU DO PAPEL POR CULPA DE POLÍTICOS SALAFRÁRIOS. MAIS DE 100 ANOS DE SOFRIMENTOS, HUMILHAÇÕES E ATRASOS DE UM POVO CHEIO DE DECÊNCIA, DE DIGNIDADE.
NO 'GOVERNO LULA' HOUVE O PONTA-PÉ INICIAL E ESPERO QUE A DILMA TRAGA MUITA FORÇA E BOA VONTADE NA EXECUÇÃO DA OBRA E QUE DEUS COM A SUA SABEDORIA E BONDADE, PROTEJA ESSE PROJETO E NÃO O DEIXE POR AÍ NO ROL DAS OBRAS INACABADAS. NA CHESF, ‘ARRUDIANDO’ O NORDESTE POR ESTES SERTÕES QUERIDOS E SOFRIDOS, EU TIVE A SORTE DE PLANTAR, REGAR E COLHER OS FRUTOS DOS BONS CONVÍVIOS COM ESSE POVO BOM E AMIGO, NASCIDO E CRIADO NO SERTÃO, ONDE FUI ENGROSSANDO AS VEIAS DA POESIA. E DE TÃO ENFEITIÇADO PELAS COISAS DO SERTÃO, DEPOIS DE APOSENTADO (1991) FORAM SURGINDO MILHARES DE VERSOS E EU FUI TENTANDO FALAR DAS BELEZAS NATURAIS DO SERTÃO E DOS SEUS GUERREIROS QUERIDOS E INJUSTIÇADOS.


LIVROS PUBLICADOS:

COISAS DO SERTÃO E ÔTAS COISA
SERTÃO DE RIBA A BAXO
PASSADO NA PENEIRA
SERTÃO DE ESPINHOS E FLORES
SERTÃO DE RISOS E DORES
SERTÃO: O BERÇO DA POESIA
MEU SERTÃO SECO DE AJUDA
GARANHUNS, TERRA DAS FLORES, DE AMOR, DE PAZ E FRIO
DIZENDO COMO TE AMO
COQUITEL DE POESIAS
VAQUEJADAS E PRESEPADAS.

QUERO REGISTRAR AQUI A MINHA GRATIDÃO A QUEM PROCURA UMA FORMA DE ME AJUDAR.

UM ABRAÇO DE AMIZADE, DE PAZ E DE POESIA.


ALDEMAR.













quarta-feira, 18 de novembro de 2009

NA PENTAGÓRIA DA SAUDADE.

NA PENTAGÓRIA DA SAUDADE.
Soneto muito romântico.

Caruaru, Julho/2009



NO VERDE LÍRIO DOS FIRUFIS LECTÁCIOS
TEU OLHAR DE PLENÚRIAS INFALÂNCIAS
FEZ-ME SENTIR LENIFÍCIOS DE LECITÂNCIAS
NO CORAÇÃO DOS MENETÉRIOS MAIS PLENÁCIOS.

NA RESSENTILHA DE TEUS SEIOS REMILÁCEOS
SENTI UM BELO BAITICUM DAS CLINICÂNCIAS
E NO LINDO POLYVISMO DOS CREMÁCIOS
SENTI DA CAFUNDA, AS CIRCUNSTÂNCIAS.

MEU AMOR NA EXTRALÓYDE DA PENTAGÓRIA
TEM OS AMPLÉGIOS DA RENITUDE FINELÓRIA
TEM OS ANTERÍGENOS PLEONÍTICOS DA SAUDADE.

AS FLORES AMBLÓCIAS DA TUA FERTIMETRIA
FAZEM PERPÉTUAS AS ANTILANCIAS DA POESIA
NAS PROFUNDEZAS DA NOSSA EFEMERICIDADE
.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

OBRAS PUBLICADAS.

OBRAS PUBLICADAS:


1997 COISAS DO SERTÃO E ÔTAS COISA

1998 SERTÃO DE RIBA A BAXO

1999 PASSADO NA PENEIRA

1999 SERTÃO DE ESPINHOS E FLORES

2000 SERTÃO DE RISOS E DORES

2001 O SERTÃO SOFRE E ENCANTA

2002 SERTÃO: O BERÇO DA POESIA

2003 MEU SERTÃO SECO DE AJUDA

2004 GARANHUNS, TERRA DAS FLORES,
DE AMOR, DE PAZ E FRIO.

2005 DIZENDO COMO TE AMO

2008 COQUITEL DE POESIAS

2009 VAQUEJADAS E PRESEPADAS

sábado, 14 de novembro de 2009

É COISA QUE ME APERREIA.

É COISA QUI ME APERREIA

DO LIVRO:
O SERTÃO SOFRE E ENCANTA.

(NA LINGUAGEM SERTANEJA)



VIOLÊRO QUI ERRA O MOTE
MINI-SAIA IM PERNA FINA
BURACO IM FUNDO DE POTE
POETA QUI SAI DA RIMA
MUIÉ NA CASA DO VIZINHO
FALANDO DA VIDA ALEIA
GUIA QUI ERRA O CAMINHO
É COISA QUI ME APERREIA.

JEGUE PARADO NA PISTA
COBRANÇA DUMA CATRAIA
A CADÊRA DO DENTISTA
CHUVA NA BÊRA DA PRAIA
UMA DÔ DE CUTUVELO
GURDURA QUI INTOPE VEIA
VENTO QUI ASSANHA CABELO
É COISA QUI ME APERREIA.

UM GRITO QUI FICA DENTO
MOÇA CUM PRAZO VENCIDO
UM SUVACO FEDORENTO
PANO QUI FICA INCUÍDO
UM VENTO QUI ARRIBA SAIA
UM INXAME DE ABÊIA
BERRO DE RASGA-MORTAIA
É COISA QUI ME APERREIA.

UM CANTÔ DISAFINADO
CARTA MARCADA NO JOGO
UM BRAÇO DISMUNHECADO
ISQUÊRO QUI NEGA FOGO
UMA CÔ DISINCHAVIDA
LADRÃO FORA DA CADEIA
RUA SEM MUIÉ DA VIDA
É COISA QUI ME APERREIA.

COBRA QUI NUM ERRA BOTE
CALCINHA QUI DÁ TRABÁI
FACA QUI NUM PEGA CORTE
CARTA FORA DO BARÁI
MUIÉ QUI MANDA IM MARIDO
HOME DE BRINCO NA URÊIA
UM FRESCO VÉI INCHIRIDO
É COISA QUI ME APERREIA.

HOME QUI INJEITA MUIÉ
MALA PESADA SEM ALÇA
BARGUIA SEM FECHICLÉ
BURACO IM FUNDO DE CALÇA
ISCUTÁ PAPO FURADO
CHAMBREGÁ CUM MUIÉ FEIA
UMA GOTÊRA NO TEIADO
É COISA QUI ME APERREIA.

LENHA VERDE NA FUGUÊRA
UMA CAPELA SEM CRUZ
UM CAROÇO NA TRAZÊRA
UMA ISTRELA SEM LUZ
FUGUETÃO QUI NUM PAPOCA
SAPATO QUI INGOLE MEIA
UM HOME MIJÁ DE COCA
É COISA QUI ME APERREIA.

UM CHORO DE DISPIDIDA
UM CHÊRO DE MICTÓRIO
UMA CANTADA PIRDIDA
UMA RISADA NUM VELÓRIO
UM PASTÔ SEM A GRAVATA
UM FARÓ QUI INCANDEIA
UM TIRO PELA CULATRA
É COISA QUI ME APERREIA.

BEBER SEM PASSÁ DA CONTA
DÁ RAZÃO A QUEM NUM TEM
MIUÉ QUI REJEITA PONTA
PAGÁ O MAL CUM O BEM
AVIÃO FORA DE ROTA
VENDEDÔ DA CARA FEIA
GAGO CONTANDO ANEDOTA
É COISA QUI ME APERREIA.

UM LADRÃO SÊ BEM VOTADO
MUIÉ QUI TRATA E NUM VAI
UM ISPÊIO IMBAÇADO
UM SABUNETE QUI CÁI
BURACO NA CAMISINHA
PURGA DETRAIS DA URÊIA
FARRAPÁ NA CAMARINHA
É COISA QUI ME APERREIA.

GENTE QUI NEGA O QUI DIZ
MARIDO QUI É DOMINADO
VÊ UM GUNVERNO SAFADO
VENDENDO O NOSSO PAÍS
CAVALO QUI DISIMBESTA
GATO QUI MIA NAS TÊIA
CONFIÁ IM QUEM NUM PRESTA
É COISA QUI ME APERREIA.

QUANDO SONHO ALEGREMENTE
COM FLORES NO MEU CAMINHO
E O DESTINO COVARDEMENTE
ENCHE MEUS PÉS DE ESPINHO
E EU ASSISTO A DERRUBADA
DO MEU CASTELO DE AREIA
SEM DIREITO A FAZER NADA
É COISA QUE ME APERREIA.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O QUE ME FALTA.

O QUE ME FALTA.

DO LIVRO:
SERTÃO DE RIBA A BAXO.



EU JÁ ROMPI AS FRONTEIRAS DO ESPAÇO
ULTRAPASSEI OS LIMITES DO INFINITO
NA SAGRADA ESCRITURA OS FILÓSOFOS
REPETIRAM O QUE EU JÁ HAVIA ESCRITO.
DIVERSAS VEZES EU JÁ FIZ O IMPOSSÍVEL
OBREI MILAGRE QUE JESUS ACHOU INCRÍVEL
SÓ FALTA AGORA ESCREVER VERSO BONITO.

COM O MODESTO PODER DA MINHA MENTE
MUDEI A ÓRBITA DE UM CORPO CELESTE
NOS ESTUDOS MAIS PROFUNDOS DA CIÊNCIA
NÃO HÁ UMA SÓ LEI QUE EU NÃO CONTESTE.
JÁ SUFOQUEI O ESTRONDO DE UM TROVÃO
JÁ GANHEI QUEDA-DE-BRAÇO COM SANSÃO
SÓ ME FALTA ESCREVER VERSO QUE PRESTE.

DEI AUTÓGRAFO A JESUS PESSOALMENTE
AO BENTO XXIII ENSINEI TEOLOGIA
FIZ AS CORES PARA UM NOVO ARCO-ÍRIS
FIZ UM ESTUDO QUE ELIMINA A MARESIA.
FIZ O PROJETO PARA UM NOVO PARAÍSO
FIZ NOVAS LEIS PARA O DIA DO JUÍZO
SÓ FALTA AGORA INSPIRAÇÃO NA POESIA.

A BELEZA DOS SONHOS.

A BELEZA DOS SONHOS.

DO LIVRO:
DIZENDO COMO TE AMO.



VAI BEM DISTANTE A IDADE
MAS RELEMBRO COM CARINHO
DO TEMPO DO MEU BERCINHO
TEMPO DE FRAGILIDADE.
EU ACHO LINDA A SAUDADE
QUE MEU PEITO AINDA SENTE
QUANDO EU VIA TÃO CONTENTE
MAMÃE EM NOITES DE NEVE
COM SUA MÃOZINHA LEVE
PONDO LENÇOL SOBRE A GENTE
.

ORAÇÃO.

ORAÇÃO.

DO LIVRO:

DIZENDO COMO TE AMO.


MEU DIVINO ESPÍRITO SANTO
INSPIRAI-ME NESSE DIA
CUBRA A MINHA POESIA
COM SEU GLORIOSO MANTO.
VENHO ROGAR-TE O ENCANTO
QUE OS MEUS VERSOS NÃO TÉM
MOSTRAI-ME AS TRILHAS DO BEM
PARA ALCANÇAR VOSSA GLÓRIA
E QUE NO FIM DA HISTÓRIA
EU SEJA UM SANTO TAMBÉM.